sábado, 15 de agosto de 2015

Reposta a verdade do Automóvel Alba


O Alba foi inspirado em desenhos sobre os carros do futuro que António Augusto Martins Pereira viu em Paris no Salão Automóvel em 1951.

Ainda pensou em fazer mais carros (que só podiam ser aprovados dizendo que eram carros transformados a partir de outros), mas não autorizavam a construção de carros originais (por pressão e influência dos importadores de carros desportivos sobre a autoridades nacionais); assim, a construção ficou por aí.

Contudo há uma meia dúzia de anos atrás, perdeu-se o livrete do Alba e foi pedido um novo. Este não estava correcto pois um incêndio na Direção Geral de Viação do Porto fez deteriorar os dados existentes.

Solicitaram então a Zé Lu Martins Pereira que fizesse todo um processo, como se fosse para a aprovação do carro original. Quando o departamento da D. G. V. de Aveiro passou para Coimbra, o processo também foi para Coimbra. E o responsável foi ver o Alba ao Museu do Caramulo e verificou que o carro não era nenhuma transformação de outro, mas sim totalmente original: chassis, carroçaria e motor. E foi reposta a verdade no novo livrete. 1.º automóvel totalmente fabricado em Portugal. Não português só são os distribuidores e bomba de gasolina (Bosch) e os carburadores (Solex).

Fonte: Zé Lu Martins Pereira (em facebook)

Sem comentários:

Enviar um comentário